Tab Energia
Saiba o quanto você irá economizar Simulação

Blog

Localiza vai abastecer toda sua rede no Brasil com energia solar

São Paulo – Em investida pioneira, a Localiza vai abastecer todas as suas filiais no Brasil com a energia solar. A estimativa é que, até o final de 2019, todas as 497 unidades da empresa — que englobam tanto as operações de aluguel de carros, principal negócio da empresa, quanto a venda de semi-novos — operem 100% com energia solar.

O projeto deve evitar a emissão de aproximadamente 3.000 toneladas de CO², equivalente ao plantio de 76 mil árvores ou à compensação de 1,9 milhão de quilômetros rodados pela frota da empresa.


O projeto será dividido em duas fases:

Na primeira fase do projeto, que começou no final de março, quatro usinas de geração de energia solar, localizadas nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás e Pernambuco, fornecem energia suficiente para atender 30% da demanda de eletricidade da rede da Localiza.

Logo após esta etapa, a fase dois, prevista para entrar em operação no segundo semestre de 2018, consiste na instalação de painéis fotovoltaicos nos telhados das demais filiais, a fim de atender todo o consumo da empresa. Desse modo toda a energia gerada nos coletores solares será consumida nas próprias unidades. A energia excedente gerada é distribuída na rede elétrica e disponibilizada como crédito para a empresa. Ou seja, a energia excedente poderá ser utilizada ela empresa

Com custo estimado em R$ 20 milhões, o projeto é realizado em parceria com a empresa Axis Renováveis, responsável por toda instalação, operação e manutenção do sistema fotovoltaico.

No modelo de contratação adotado pela Localiza e a Axis Renováveis, os investimentos ficaram a cargo da segunda. Neste tipo de acordo, a Localiza aluga por um período de 20 anos o sistema de geração da Axis e paga um preço inferior ao que pagaria à distribuidora de energia do Estado, o que garante como resultado uma grande economia na conta de luz da empresa.

“Temos uma redução de custo imediata, da ordem de 12% a 16% nos gastos com energia das unidades”, diz ao site EXAME o diretor de operações da Localiza, João Ávila. “Além disso, o projeto vai ao encontro dos objetivos do desenvolvimento sustentável do Pacto Global da ONU, do qual somos signatários”, acrescenta.

Por fim, existem outras frentes da empresa para tornar o negócio mais sustentável e envolvem a criação do primeiro inventário de gás carbônico, que deve ser concluído neste ano, gestão mais eficiente de resíduos e do consumo de água para lavagem de veículos, além de metas de redução do consumo de energia.

 

Fonte: Jornal EXAME



Voltar
Fale com um especialista