Tab Energia
Saiba o quanto você irá economizar Simulação

Blog

Energia solar: entenda o que são os créditos de energia

O Brasil hoje possui mais de 30.000 sistemas fotovoltaicos já instalados, e o crescimento não para, muito pelo contrário, é de forma exponencial. Estimativas dizem que até 2024 o país já terá passado de 1.000.000 de sistemas fotovoltaicos instalados gerando energia limpa e barata ao consumidor final. É realmente uma revolução e um futuro promissor para o Brasil.

Quando alguém tem o desejo de instalar um gerador solar em sua residência ou empreendimento, uma dúvida muito comum é:

"o que fazer quando produzo mais energia do que consumo? 

A resolução 687/2015 da ANEEL, que regulamenta a geração distribuída no Brasil, afirma que "para fins de compensação, a energia ativa injetada no sistema de distribuição pela unidade consumidora será cedida a título de empréstimo gratuito para a distribuidora, passando a unidade consumidora a ter um crédito em quantidade de energia ativa a ser consumida por um prazo de 60 (sessenta) meses".

Ou seja, para simplificar o entendimento, pode-se entender a concessionária como um "Banco de Energia". Sempre que tiver uma sobra de energia, você irá depositar o excedente nesse banco (que é a rede elétrica). No final do mês, sempre que vier a conta de luz, essa energia depositada será utilizada como crédito e o valor final da conta de luz terá um desconto respectivo. 


Outro exemplo interessante é utilização dos créditos de energia em imóveis diferentes. Caso você tenha além da sua residência uma casa na praia, por exemplo, é possível utilizar os créditos (energia gerada que sobrou) na sua residência e descontar este valor na conta de luz  da casa de praia. As únicas condições para utilizar os crédito em outro imóvel é que  ambos sejam atendidos pela mesma unidade distribuidora (Celesc por exemplo) e devam pertencer ao portador do mesmo CPF ou CNPJ.

Vale lembrar que: A potência máxima que se pode instalar dentro da regulamentação é de 5.000kWp (apx 35.000m² de painéis solares!)




Voltar
Fale com um especialista